Press

24/10/1996 in Jornal da Marinha

MERCÚRIOUCROMOS

Antes de mais , gostaria de deixar aqui bem claro , que Mercúrioucromos , não é própriamente , uma banda com algo de novo , até pelo contrário. Baseando-se num instrumental bem ensaiado mas pouco enovador, e numa voz marcada por um tom algo machista , mas sempre divertida , os Mercúrioucromos , limitam-se a trazer a público temas considerados Psitacistas.

Já passavam das 2h da manhã , quando os Mercúrioucromos súbiram ao palco da Katedral ,para dar os primeiros acordes.Começando com um dos temas mais calmos da noite , o quinteto de Lisboa não quis levantar o véu , daquilo que se iria passar pela noite dentro.Depois de nos dois primeiros temas,se terem referido ás primas ....de alguém , Miguel Dias não quis deixar isento o facto do Prémio Nobel para a Paz ,ter sido entregue a D.Xemenes Belo e a Ramos Horta , que tanto têm lutado ,a favor do povo Maubere.Dedicando mesmo, o espectáculo ,a todos os que lutam ao lado de Timor ,para a independência deste povo que muito tem sofrido -"Liberdade para Timor", foram as palavras de Miguel.

Depois de uma introdução a um concerto, que ainda estava no princípio ( -Ó Miguel, o público estava animado , não era preciso teres perguntado 30 vezes a mesma coisa!!!), os Mercúrioucromos , fizeram uma pequena viagem , por dentro do mundo do espectáculo . Tendo tocado "riffs" de músicos ( ou lá o que lhes chamam...) como, Rute Marléne , Mamonas Assassínas (que deus os tenha em descanso!) , e até mesmo referências á "querida" da SIC , Bell Dóminique.Uma passagem , por um dos temas originais mais conhecidos , "Empurrem que pega" ,... algumas piadas (ou talvez não!), a anuncios da TV, ..."Luzia", outro tema original , e por fim , o tão aguardado, novo original. E uma coisa vos digo , de novo este tema não tem nada , a não ser , ter sido baseado em caloiros .Depois de " A caloira" , seguiu-se um tema cantado por CARLOS CABRITA ( guitarra elétrica e voz ) , chamado "A Bela e o Monstro".

Nesta altura , Miguel , já sentia que tinha o público completamente nas mãos , e talvez por isso , a aposta feita em riffs de músicas conhecidas por quase todos. Tocaram "...ele é o Rei...", Fizeram um Big Show Mercúriocromos , passaram um Techno (...I wana shirt dig Man) , andaram de "Mula da cooperativa", rezaram na Igreja Universal do Reino Trólóló , e foram ter, até ao outro tema novo "Tia".

Com o concerto a aproximar-se do fim , seguiu-se "A história do passarinho ", e por fim o tão esperado "Camionista" a fechar ,teóricamente ,o espectáculo na Katedral.Teóricamente , porque o encore ainda estava para vir, e quem esperava algo novo para este final , como eu , limitou-se a ouvir mais uma vez , "Luzia" , "Camionista" (agora com uma coreografia) e por fim "Caloira" com um grito de guerra ,deixado por Miguel - "Viva os caloiros de Leiria".

Restou-me uma dúvida . De onde vem o nome Mercúriocromos ? E como as Estrelas , por vezes ,não são tão comunicáveis como nós gostariamos , tomo eu a liberdade ,de deixar aqui a minha opinião.E não há nada como uma pesquisa ao dicionário.Mercúrio , como todos nós sabemos tem vários significados , desde , Planeta mais próximo do Sol ,elemento quimico até metal líquido nº 80. Mas é outro significado ,que me parece , ser o indicado para este caso, ...pessoa mediana em negócio de amores.O problema , é associar esta pessoa á palavra Cromo.Será que vem de cromos dos jogadores de futebol ?- Tornava-se algo insinuoso . Ou do significado da palavra cromo , ...elemento de composição de palavra, que exprime a ideia de côr? Talvez fosse este mesmo o sentido de Mercúriocromos , até faz lembrar o próprio vocalista , sempre com uma ironia baseada em amor e vestido com roupas cheias de côr. Mas o melhor é basearmos-se no significado da palavra Mercúriocromos, ... e aqui vai ele - Mercurocromo , ( de Mercúrio + Cromo ) , composto mercúrial crisalino , verde iridescente ,produzido de floresceína e acetato mercúrio , de ap...lica...cão tó...pi......, - já me está a dar o sono! De certeza que não era este o significado.E olha que o concerto até nem foi mau .