Press

20/03/1997 in Jornal da Marinha

ORQUESTRA JUVENIL DA MARINHA GRANDE

O SABER NÃO OCUPA LUGAR

   Fez no passado mês, 1 Ano, que surgiu a 1ª Orquestra Juvenil da Marinha Grande. Para conhecer-mos melhor, o passado, o presente e os objectivos futuros deste projecto, fomos ao encontro do seu Responsável máximo e professor, Ricardo Santos.

   Com cerca de meia hora de conversa, foi fácil perceber-mos, que este projecto, está entregue a uma equipa forte e consciente dos problemas da Marinha, na área da música "mais clássica". Com um Responsável jovem, cheio de vontade e com objectivos bem seguros, e ao mesmo tempo um forte apoio, acompanhado e eficaz por parte da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia da Marinha Grande, sempre seguido por perto pelo Senhor João Alberto, que faz o intercâmbio e dá apoio necessário. Esta equipa mostra-se convicta e cheia de vontade de levar até ao fim, um projecto inicial de 4 anos que se iniciou em Fevereiro do Ano passado, nas instalações do Parque de Exposições da Mª Grande, e que continua, na Sede da Sociedade de Beneficência e Recreio 1º de Janeiro, da Ordem.

   Actualmente com 6 Professores e cerca de 60 alunos, esta "nossa" Orquestra, tem como objectivo principal, formar um grupo de jovens, com alguns conhecimentos de música, e que possam levar mais longe o nome da Marinha Grande. Ricardo Santos, tem como responsabilidade, instrumentos como, Trombones e Trompetes, e ainda dá aulas de Formação Musical. Nas Flautas Transversais, as aulas são dadas pela Professora Tânia Sousa. E ainda nos instrumentos de sopro, o Professor de Saxofones altos, Tenores e Clarinetes é o Prof. Rui Fragata. Na Bateria Jaz, e não na precursão, embora com alguns acessórios, é o Prof. Filipe Simões que está encarregue de dar as aulas. E por último, na Guitarra Eléctrica e Viola Baixo, o responsável é o Prof. Sérgio Barreiro.

   A Orquestra irá ser formada por 7 Clarinetes, 5 Saxofones Altos, 5 Tenores, 5 Flautas Transversais, 3 Trombones, 5 Trompetes, 1 Bateria Jaz, 1 Viola Baixo e 1 Guitarra Eléctrica. Mas não são só estes, os projectos desta Orquestra, que depois de algumas pressões positivas da Junta de Freguesia, surgiu a ideia de formar um Coro, não só para jovens e como complementação da Formação Musical, mas também para adultos que queiram participar num projecto, que no fundo é de todos nós. Para dirigir, este Coro, conta-se com o Prof. Israel Santos.

   Notável e de louvar, é o investimento que a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia da Mª Grande, depositaram neste projecto. É importante salientar-mos, que todos os instrumentos são patrocinados na totalidade, pela Câmara, e que os alunos nem sequer pagam quota por frequentarem esta "Escola de Música".

   Quanto a objectivos futuros, Ricardo Santos, refere-nos uma possível estreia em 98. Possível, se nos lembrar-mos que os cerca de 100 jovens que deram o pontapé de arranque a esta Orquestra Juvenil, não tinham qualquer experiência ou conhecimento musical, e que depois de um ano já pegam em instrumentos, que à uns tempos atrás nem sequer sabiam que existiam. Esta travessia, torna-se ainda mais difícil, quando eles apenas têm acesso a 2 horas semanais de música. Uma de Formação Musical e outra de Instrumento. Para o Coro, os objectivos, são mais a curto prazo, ou seja, a estreia está prevista para o Natal de 97.

   Esta Orquestra, vai apostar em músicas ligeiras, mas numa versão mais sinfónica, com instrumentos clássicos, e muitas vezes acompanhada pelo Coro.

   Para quem está, estava, ou estará interessado em participar nesta Orquestra Ligeira, poderá dirigir-se à Junta de Freguesia da Marinha Grande ou dirigir-se ao Prof. Ricardo Santos às sextas feiras na sede da Ordem, entre as 7 e as 9 horas da noite. Lembrem-se que é gratuita....

   "Por favor não deixem morrer uma iniciativa, que vai directamente para vocês,...JOVENS".

   Parabéns à Câmara Municipal, à Junta de Freguesia da Marinha Grande e a todos os que "empurram" este projecto pr'á frente, como é o caso do Prof. Ricardo Santos.