Press

14/11/1996 in Jornal da Marinha

PRIMITIVE REASON

 

NOITE ANTI-ALTERNATIVA

   Sem apelo nem agrado , os PRIMITIE REASON , com uma organização da ESTG de Leiria , vieram no passado dia 6 ao Mercado Santana ,dar um espectáculo ,como eu à muito não via. Com uma primeira parte dedicada aos estudantes , que puderam deliciar-se com algumas brincadeiras ,e muita música cantada pela Tuna do ESTG, e um intervalo ao som de fundo dos Mr. Bungle .Os 5 aportuguesados subiram ao palco para dar a conhecer ,a Leiria e arredores o primeiro álbum da banda , Alternative Prison.

   Esta banda ,com um som pouco explorado por estes sítios , vai trazendo aos palcos de todo o país uma mistura de reggae com thrash , como é o caso de "So you say" ; um puro hardcore "Sold out" e até sons mais parecidos com easy listening music , como é o caso de "Hey hum". Com um inicio de concerto pouco prometedor , os Primitive começaram por tocar temas mais relaxantes , que faziam com que as cerca de 5 centenas de pessoas se dirigissem às bancas de abafado (bem bom !). Mas a meio do concerto veio uma revolução , BRIAN com uma voz que parecia sair de um megafone ,inicia uma viagem por temas mais ritmados e cheios de poder , para pôr tudo aos saltos. Temas como "Born from" e "7 finged friend", puseram todo o público ao rubro (ai , o abafado...). Já com o público nas mãos , os Primitive Reason , resolveram acabar com o concerto , à espera que o público pedisse o habitual encore, o que não se fez de esperar.

   E assim se passou mais meia hora, com os Primitive a saírem do palco e o público a pedir mais. Foram três encores , para além do habitual que os Pimitive Reason ,tiveram que fazer para poderem sair do palco .

   Se será o cruzamento de culturas , que vai desde a Espanhola à Inglesa, da Norte-Americana à Suiça ou até mesmo da Portuguesa à Checa ,a razão desta música , ninguém sabe , mas o certo é que esta banda já não é uma promessa , mas sim uma certeza.

   Para os fãs mais atentos , o grupo é constituido por , Brian Jackson ( voz ), Guillermo de Llera ( baixo e voz ) , Jorge Felizardo ( bateria ) , Mark Cain ( saxofone ) e Mikas (guitarra).

   Quem achou ,que os Primitive Reason não mereciam o preço do bilhete, a esta altura devem-se considerar uns puros retrógrados. Parabéns ESTG , se a semana do caloiro foi assim , como será a semana académica....